1/17/2011

1

Esse tal de Tompert é mesmo Louco veja so o que ele fez

  • 1/17/2011
  • Tiagao


  • Para os habituais frequentadores da Macworld, applemaníacos ou adoradores de Steve Jobs e Jonathan Ive, a idéia de uma exposição de fotos do designer gráfico Michael Tompert e do fotógrafo Paul Fairchild em uma galeria da cidade norteamericana de São Francisco, na California, em que uma série de produtos Apple são exibidos esmagados, mutilados, alvejados e derretidos, pode parecer esdrúxula e ser terrivelmente perturbadora e traumática. Menos para os dois artistas, para os quais o objetivo da mostra é fazer com que as pessoas pensem sobre seu relacionamento com estes brinquedos caros, que são idolatrados e amados globalmente.






    Tompert, que passou os últimos meses comprando produtos da Apple, para em seguida, ‘criativamente’ destruí-los, teve a idéia para o projeto, depois que deu a cada um de seus dois filhos um iPod Touch de presente no último Natal. Ele conta que os dois garotos acabaram brigando por um dos dispositivos, que estava com um jogo pré- instalado, e estressado com a discussão, agarrou um dos iPods e despedaçou-o no chão da sala de estar. ‘Meus filhos ficaram em transe, a tela quebrou e um líquido prateado começou a escorrer entre os pedaços. Peguei minha câmera e comecei a fotografar”, disse Tompert. “Minha mulher viu as imagens e disse que eu deveria fazer algo com elas.”







    São 12 imagens de Appletoys destruídos e fotografados por ele e pelo amigo Paul Fairchild, também fotógrafo. Os métodos de destruição variaram de acordo com o gadget adquirido. Para abrir um buraco em um iPhone 3G, por exemplo, fez-se um disparo com uma arma Heckler & Koch. Para destruir um conjunto de iPod Nanos, os dispositivos foram alojados em um trilho de trem, e foram atropelados em alta velocidade por uma locomotiva. Deatlhe: os aparelhos tinham que ser sempre novos, pois segundo os artistas, o projeto não é sobre a destruição de um produto antigo e sim sobre o nosso relacionamento com o novo.




    Para Jobs, filho de pai natural muçulmano sírio, que é budista mas paradoxalmente cria sonhos de consumo para massas, a proposta de reflexão de Tompert e Fairchild é um alerta, um ponto de vista interessante e neotechhippie, que só poderia vir de algum neto do California Dreamin. Aqui uma versão anos 80 dos Beach Boys em atualíssimo branco e preto, do clássico florpower dos anos 60 do Mamas & The Papas. Aproveite e compare as duas versões no final do post.







    1 Responses to “Esse tal de Tompert é mesmo Louco veja so o que ele fez”

    Post a Comment

    ATENÇÃO
    1. não estamos mais aprovando comentários com perguntas. Caso sua dúvida seja sobre o iPhone 2G, 3G, dirija-se ao dev-Team.

    2.em artigos antigos, os comentários foram desabilitados.

    Atenciosamente, Equipe Macintosh Brasil (The Jailbreak Rules)

    Popular Posts

    ShareThis

    Subscribe